Brasil I e II Reinado

1 – Assinale a alternativa que não contém uma característica referente ao período do Segundo Reinado (1845 – 1889):

a) fim do tráfico negreiro;

b) elaboração da primeira Constituição brasileira;

c) domínio do café no quadro das exportações brasileiras;

d) início da propaganda republicana;

e) participação na Guerra do Paraguai.

2 – As palavras a seguir foram ditas por um diplomata inglês, no século passado: “Nossas colônias não têm mais escravos. Por que outras áreas tropicais haverão de ter? Estamos montando negócios na África. Por que continuar com o tráfico negreiro, que tira nossa mão de obra de lá? Além disso, nem a servidão nem a escravidão cabem mais no mundo de hoje. Viva o trabalho assalariado! E que os salários sejam gastos na compra das nossas mercadorias.” De acordo com esse diplomata, que interesses teria a Inglaterra em acabar com o tráfico de escravos e com a escravidão?

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

3 – Explique o que foram as eleições do cacete.

____________________________________________________________________________________________________________________________________________

4 – Qual a diferença entre o parlamentarismo brasileiro e o parlamentarismo inglês?

____________________________________________________________________________________________________________________________________________

5 – “A guerra exterminou quase uma geração de paraguaios, arrasou povoados, fortificações e hipotecou o futuro da arruinada nação”, escreveu o argentino Alejandro Maciel em “O Livro da Guerra Grande”. Assinale a alternativa incorreta:

a) Após a vitória sobre o Paraguai, o Exército brasileiro ficou fortalecido, e a monarquia, enfraquecida

b) A guerra impôs ao Paraguai uma forte retração demográfica.

c) O Exército brasileiro precisou formar o corpo de “Voluntários da Pátria” para a Guerra do Paraguai

d) Em 1864, o ditador paraguaio Francisco Solano López apoiou a intervenção brasileira no Uruguai.

6- São fatores que levaram os E.U.A. a reconhecerem a independência do Brasil em 1824:

a) Doutrina Monroe (América para os americanos) e os fortes interesses econômicos emergentes nos E.U.A. .

b) A aliança dos capitais ingleses e americanos interessados em explorar o mercado brasileiro e a crescente expansão do mercado da borracha.

c) A indenização de 2 milhões de libras pagos pelo Brasil ao governo americano e a Doutrina Truman.

d) A subordinação econômica à Inglaterra e o interesse de aliar-se ao governo constitucional de D. João VI.

e) A identificação com a forma de governo adotada no Brasil e interesses coloniais comuns.

7- O episódio conhecido como “A Noite das Garrafadas”, briga entre portugueses e brasileiros, relaciona-se com:

a) a promulgação da Constituição da Mandioca pela Assembléia Constituinte.

b) a instituição da Tarifa Alves Branco, que aumentava as taxas de alfândega, acirrando as disputas entre portugueses e brasileiros.

c) o descontentamento da população do Rio de Janeiro contra as medidas saneadoras de Oswaldo Cruz.

d) a manifestação dos brasileiros contra os portugueses ligados à sociedade “Colunas do Trono” que apoiavam Dom Pedro I.

e) a vinda da Corte Portuguesa e o confisco de propriedades residenciais para alojá-la no Brasil.

8 – Em troca do reconhecimento de sua independência por parte da Inglaterra, o Brasil assinou um tratado em 1826, incluindo cláusulas para por termo:

a) ao tráfico negreiro.

b) ao tratado comercial de 1810.

c) à escravidão africana.

d) à autonomia municipal.

e) ao pacto colonial.

9- “A nação independente continuaria subordinada à economia colonial, passando do domínio português à tutela britânica. A fachada liberal construída pela elite europeizada ocultava a miséria e a escravidão da maioria dos habitantes do país.” (Emília V. da Costa)

A interpretação correta do texto anterior sobre a independência brasileira seria:

a) a nossa independência caracterizou-se pelo processo revolucionário que rompeu socialmente com o passado colonial.

b) a preservação da ordem estabelecida, isto é, escravidão, latifúndio e privilégios políticos da elite, seria garantida pelo novo governo republicano.

c) a rápida transformação da economia foi comandada pela elite política e econômica interessada na superação da ordem colonial.

d) o espírito liberal de nossas elites não impediu que estas mantivessem as estruturas arcaicas da escravidão e do latifúndio, sendo a monarquia a garantia de tais privilégios.

e) o rompimento com a dependência inglesa foi inevitável, já que após a independência o governo passou a incentivar o mercado interno e a industrialização.

10- No Brasil, durante o Primeiro Império, a situação financeira era precária, pelo fato de que:

a) o comércio de importação entrou em colapso com a vinda da Família Real (1808);

b) os Estados Unidos faziam concorrência aos nossos produtos, especialmente o açúcar;

c) os principais produtos de exportação – açúcar e algodão – não eram suficientes para o equilíbrio da balança comercial do país;

d) o capitalismo inglês se recusava a fornecer empréstimos para a agricultura;

e) o sistema bancário era praticamente inexistente, só tendo sido fundado o Banco do Brasil em 1850.

 

 

PARTE II

1 – Leia o trecho a seguir:

“Brasileiros! Salta aos olhos a negra perfídia, são patentes os reiterados perjúrios do Imperador, e está conhecida nossa ilusão ou engano em adotarmos um sistema de governo defeituoso em sua origem, e mais defeituoso em suas partes componentes… O sistema americano deve ser idêntico; desprezemos instituições oligárquicas, só cabidas na encanecida Europa.” Manifesto de Proclamação da Confederação do Equador, em 12 de julho de 1824. (MENDES JR., v. 2, p. 169). Com base no texto anterior e nos conhecimentos sobre o processo de independência do Brasil, pode-se afirmar:

a) (C)(E) A “negra perfídia” e os “perjúrios do Imperador” referidos no Manifesto demonstram o desagrado dos  brasileiros para com as atitudes autoritárias tomadas por D. Pedro I, após a dissolução da Assembleia Constituinte.

b) (C)(E) O movimento revolucionário pernambucano que criticou o centralismo político imposto pela primeira Constituição pretendia reunir as províncias do

Nordeste num governo republicano e federativo.

c) (C)(E) O “sistema de governo defeituoso em sua origem” decorreu da participação dos deputados brasileiros nas Cortes Constituintes de Lisboa e consequente aprovação de uma única constituição para o Reino Unido.

d) (C)(E) O sistema de governo mencionado no texto foi considerado pelos manifestantes “mais defeituoso em suas partes componentes”, porque estabelecia eleições baseadas no sufrágio universal e igualdade entre os três poderes.

e) (C)(E) A reação conservadora e aristocrática vivida pela Europa, após a derrota de Napoleão Bonaparte, foi contestada pela onda revolucionária liberal de 1830, que se refletiu no Brasil, através das críticas ao centralismo e autoritarismo de D. Pedro I.

2 – A Constituição imperial brasileira, promulgada em 1824, estabeleceu linhas básicas da estrutura e do funcionamento do sistema político imperial, sobre os aspectos acima citados julgue os itens em CERTO OU ERRADO:

a) (C)(E) Equilíbrio dos poderes com o controle constitucional do Imperador e as ordens sociais privilegiadas.

b) (C)(E) Ampla participação política de todos os cidadãos, com exceção dos escravos.

c) (C)(E) Laicização do Estado por influência das ideias liberais.

d) (C)(E) Predominância do poder do imperador sobre todo o sistema através do Poder Moderador.

e) (C)(E) Autonomia das Províncias e, principalmente, dos Municípios, reconhecendo-se a formação regionalizada do país.

3 – Apesar do Alvará de Liberdade Industrial de 1808, o desenvolvimento industrial brasileiro não ocorreu, dentre outros fatores, porque:

a) a elite agrária, defensora das atividades manufatureiras, não tinha, contudo, expressão política.

b) a falta de capital anulava as vantagens da excelente rede de transportes e comunicação da época.

c) o tratado de 1810, com a Inglaterra, anulava nosso esforço industrial, já que oferecia a este país o controle de nosso mercado.

d) embora com grande mercado e mão-de-obra qualificada, faltava-nos tecnologia.

e) a manutenção do rígido monopólio colonial impedia o sucesso de nossa industrialização.

4 – Por que podemos afirmar que Dom Pedro I era ao mesmo tempo um governante absolutista e um monarca constitucionalista?

_________________________________________________________________________________________________________

 

Leia o texto para responder as questões 5 e 6: “Após a Independência política do Brasil, em 1822, era necessário organizar o novo Estado, fazendo leis e regulamentando a administração por meio de uma Constituição. Para tanto, reuniu-se em maio de 1823, uma Assembleia Constituinte composta por 90 deputados pertencentes à aristocracia rural. (…) Na abertura dos trabalhos, o Imperador D. Pedro I revelou sua posição autoritária, comprometendo-se a defender a futura Constituição desde que ela fosse digna do Brasil e dele próprio.” VICENTINO, C; DORIGO, G. “História Geral do Brasil.” São Paulo: Scipione, 2001.

5 – Diferencie uma constituição promulgada de uma constituição outorgada

____________________________________________________________________________________________________________________________________________

6 – Cite a forma de divisão dos poderes na constituição brasileira de 1824 e quais eram eles?

______________________________________________________________________

7 – No século XIX, a Inglaterra pressionou diversos países para acabar com o protecionismo comercial e com a existência do trabalho compulsório. Esta situação culminou, em 1845, com o “Bill Aberdeen”. Neste contexto o Brasil sancionou, em 1850, a “Lei Eusébio de Queirós” tratando:

a) da extinção do sistema de parceria na lavoura cafeeira;

b) da manutenção dos arrendamentos de terras;

c) da extinção do tráfico indígena entre o norte e o sul do país;

d) da manutenção do sistema de colonato na lavoura canavieira;

e) da extinção do tráfico negreiro.

8 – A vida político-partidária do Segundo Reinado estava marcada pela disputa entre o Partido Conservador e o Partido Liberal. Os dois partidos se caracterizavam por, exceto:

a) defender a monarquia e a preservação do “status quo”;

b) representar os interesses da mesma elite agrária;

c) possuir profundas diferenças ideológicas e de natureza social;

d) ter origem social semelhante;

e) alternarem-se no poder, com predomínio dos conservadores.

9 – A Tarifa “Alves Branco”, de 1844, como ficou conhecido o decreto do Ministro da Fazenda, foi uma medida de caráter:

a) reformista

b) monopolista

c) protecionista

d) mercantilista

e) cooperativista

10 – A introdução da mão-de-obra do imigrante na economia brasileira contribuiu para a:

a) desestruturação do sistema de parceria na empresa manufatureira;

b) implantação do trabalho assalariado na agricultura alimentícia;

c) expansão do regime de co-gestão nas indústrias alimentícias;

d) criação de uma legislação trabalhista voltada para a proteção do trabalho;

e) reordenação da estrutura da propriedade rural nas áreas de produção açucareira.

11 – A Questão Christie refere-se a:

a) Aliança entre Brasil, Argentina e Uruguai.

b) Atritos entre a Inglaterra e diversos países  da América Latina.

c) Aliança da Inglaterra com a Argentina contra o Brasil.

d) Atritos entre a Inglaterra, Argentina e Uruguai.

e) Atritos diplomáticos entre Inglaterra e Brasil.

12 – Na Guerra do Paraguai (1865 – 1870), o Brasil teve como aliados:

a) Bolívia e Peru

b) Uruguai e Argentina

c) Chile e Uruguai

d) Bolívia e Argentina

13 – As estradas de ferro brasileiras, no Segundo Reinado, concentravam-se, sobretudo, nas regiões de produção:

a) do fumo

b) do milho

c) do cacau

d) do café

e) do feijão

14 – O que foi o parlamentarismo à brasileira?

_________________________________________________________________________________________________________

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s